Apometria Kármica

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Ao longo de sua jornada espiritual, cada fração de alma constituída por uma esfera monádica em particular reencarna em várias frequências e planos tridimensionais com o objetivo de crescer e evoluir. A cada reencarnação vai agregando o conhecimento em todos os aspectos da vida material, emocional, mental e espiritual. Muitas vidas se fazem necessárias para que cada fração de alma possa ascender a planos mais elevados e sair das programações da matriz tridimensional.

No decorrer destas inúmeras reencarnações, cada fração de alma vai somatizando padrões kármicos obstrutivos na sua jornada espiritual ensejando a necessidade de futuras reencarnações visando aprimorar e transmutar o padrão kármico envolvido na situação, obtendo o aprendizado necessário no seu caminho de vida. De acordo com as suas necessidades, cada espírito irá passar pelo processo de 10, 100 ou 1000 reencarnações, porque a finalidade do espírito é a sua evolução nos trâmites tridimensionais em todas as suas formas de expressão de vida seja como mineral, vegetal, animal e humano. O objetivo da reencarnação não é pagar débitos cármicos e sim obter o aprendizado necessário ao caminho evolutivo de cada parcela de alma que vivencia os padrões evolutivos da terceira dimensão.

O que nos coloca em sofrimento na grande maioria de nossas encarnações não é o débito kármico trazidos de outras encarnações e, sim, as frequências que mantemos com outras parcelas de vidas ligadas à nossa essência primordial que se encontram reincidindo em padrões pesados e comprometedores à essência monádica correspondente. Toda fração de alma reencarnada mantém conexão com outras frações de vida que se encontram paralelamente ligadas ao propósito da vida em questão. Entretanto, a espiritualidade inferior usa os referidos erros das frações de alma que passam pela reencarnação gerando culpa e medo, em decorrência do mau uso da experiência de vida o que mantém muitas almas presas em sucessivas reencarnações.

Para cada nova encarnação, num nível astral, é criada um fragmento de consciência correlacionado à cada reencarnação, onde fica acoplada a consciência do espírito, funcionando como um registro para futuras reencarnações revivendo, então, em nível inconsciente, os processo kármicos que objetivou que um grupo de espíritos se reencontrassem novamente. A cada reencarnação são “acordados” todos os fragmentos de consciência correlacionados à experiência reencarnatória para que possam atuar no compromisso kármico envolvido na situação. Os demais fragmentos de consciência de cada espírito, que não estão correlacionados às pessoas e situações de uma referida reencarnação, ficam acoplados e guardados no corpo búdico para serem trabalhados em um momento oportuno.

Como parcelas de consciência fragmentada, experienciamos a cada renascimento o aprendizado necessário ao processo evolutivo da essência monádica a que estamos interligados. Mesmo inconsciente da missão monádica a que estamos interligados, vamos recebendo gradativamente o propósito do nosso objetivo reencarnatório o qual é muito maior do que uma simples condição particular de resgate cármico relacionado a um grupo de pessoas e/ou situações. Dependendo do grau evolutivo em que nos encontramos podemos ascender não só a nossa parcela de alma como de muitas outras frações de almas interligadas à nossa essência multidimensional e que se encontram na condição de realizar este salto quântico.

Dentro deste processo de profundo despertar, é de vital importância que cada fração de vida que alcançou certo nível de consciência trabalhe no resgate de suas frações de almas que ainda se encontrem adormecidas na ilusão do ego e presas nos domínios da dualidade da terceira dimensão, tendo em vista que se não o fizerem estarão expostos às frequências destas realidades paralelas o que trará grande sofrimento à fração que já se encontra em um nível superior de consciência. Todas as frações de almas reencarnadas nos domínios da terceira dimensão possuem paralelamente frações de almas em regiões umbralinas e similares o que as coloca em frequência se estiverem no mesmo grau evolutivo e no compromisso de ajudá-las, caso não estejam. Caso a fração de alma aqui reencarnada tenha alcançado no decorrer de suas experiências tridimensionais certo grau evolutivo se conectará com frações ligadas a espiritualidade superior se agregando ao seu eu multidimensional o que dará grande suporte as frações de alma que não tenham alcançado tal estágio.

A Apometria Kármica vem para auxiliar neste processo reconduzindo frações de almas que há muito vem buscando se reconectarem na frequência do seu Eu Multidimensional e se reconduzirem a um novo processo evolutivo dentro do contexto da essência monádica a que pertencem. Dentro do trabalho da Apometria Kármica, a fração de alma será gradativamente reconduzida a um novo patamar de consciência bem como todas as frações de almas conectadas paralelamente à sua frequência de vida. É um trabalho gradativo que envolve o comprometimento da parte envolvida tendo em vista que ao dar início a este profundo despertar estará trabalhando concomitantemente não só o seu despertar e transmutação de padrões kármicos agregados a sua consciência, mas de todas as suas frações de vidas paralelas que estão em conexão com o processo kármico envolvido no aqui/agora. Não há como uma fração de alma ascender sem que todos os seus fragmentos de almas também o façam. Nesse processo, a chama violeta se torna uma importante aliada no processo de transmutação e recondução da fração de alma a um estágio de harmonia experienciado pelo seu Eu Multidimensional.

A Apometria Kármica tem o potencial de tocar e transformar os registros akáshicos do paciente e de todas as suas frações de vidas correlacionadas à vida atual e agregadas à sua consciência. O objetivo do tratamento é trabalhar a cura e transmutação não só da fração de vida encarnada aqui/agora, mas também de todos os níveis e subníveis dentro de outras realidades correlacionados à atual encarnação. Quando a cura não é operada dentro destes padrões, ela não alcançará os resultados almejados. Quando o atendido alcança estes níveis mais profundos, poderosas mudanças surgem naturalmente em sua vida, afetando positivamente todo o seu projeto de vida.

Informe-se sobre o Tratamento de Apometria Kármica / Curso de Apometria Kármica

Maiana Lena – Terapeuta Energética Multidimensional

Artigos relacionados

Artigos

CÓDIGOS SAGRADOS

Os códigos sagrados de Agesta são combinações numéricas que acionam forças e ajudam as pessoas a alcançarem seus objetivos, superarem dificuldades, entre diversas outras coisas.