A Nova Consciência e as Antigas Crenças

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A reencarnação nas esferas tridimensionais traz em seu contexto sofrimentos de toda ordem à natureza humana. Os processos repetitivos são acordados inconscientemente a cada reencontro terreno, desencadeando processos inacabados em outras realidades fazendo eclodir nas personalidades envolvidas papéis antigos aos quais não se tem nenhum controle. Aos desacordados, este processo parece ser comum e normal à existência humana. Para os que acreditam na reencarnação, este processo é decorrente do resgate kármico onde “tudo o que geramos devemos colher como fruto das nossas ações”. Estas crenças na Lei do Retorno estão agregadas à consciência de todos os seres que vivem nos padrões da terceira dimensão não só na Terra, mas em planetas de evolução similar.

O resgate kármico é inserido na “culpa e no medo”, fruto da matrix tridimensional, servindo de artifícios  usados pela espiritualidade inferior com o objetivo de manipular as raças envolvidas nos padrões tridimensionais. O grande desafio do Ser dentro do caminho evolutivo nas esferas inferiores é romper com a dualidade e reconectar com a essência da alma.  O novo contexto que está sendo inserido na consciência de almas, e que já estão partilhando de uma consciência multidimensional, é que tudo o que estamos vivenciando nos padrões tridimensionais é decorrente da frequência interativa de outras realidades as quais nos encontramos interligados e coexistindo simultaneamente  com a vida atual aqui/agora. Quanto mais desacordados nos encontramos, mais fortes serão os padrões tridimensionais inseridos na consciência da vida atual. Toda ação gera uma reação.

Ao entrarmos em frequência com outras vidas correlacionadas à existência atual, mesmo inconscientemente, vivenciamos todo o contexto agregado a estas outras realidades, sejam elas boas ou ruins. O sofrimento e a dor destas outras vidas se tornam o sofrimento e a dor desta vida. A identificação inconsciente com as emoções já vividas em outras parcelas de vidas nos coloca na mesma frequência destas outras realidades vivendo na grande maioria das vezes os mesmos padrões experienciados. O objetivo deste contexto é aprender e evoluir. Todo processo desencadeador da dor se não for plenamente trazido a consciência não vai se dissipar por inteiro. Todo processo de cura envolve trazer a consciência todo emaranhado de vidas agregadas ao mesmo padrão. E isso envolve coragem. A coragem de dar poder ao padrão antigo ou a coragem de transformar a experiência em um grande aprendizado. Toda ação ativada negativamente em outras parcelas de vidas desencadeia uma reação para que possamos obter o aprendizado necessário e não como uma forma de “pagar débito”.  Seria um contrassenso divino supor que estaríamos condenados a sofrer julgamentos e condenações por ações causadas em total inconsciência. Nas esferas superiores não existe dualidade. Não há culpados e nem inocentes. O que realmente traz de inovador neste novo contexto é que podemos acabar com o sofrimento, a dor, a doença, as perdas de qualquer natureza atuando nestes “eus paralelos” emanando luz e cura a essas outras parcelas inconscientes de nós mesmos que se encontram ainda adormecidas nos parâmetros da dualidade. Atuando nesses registros  estaremos acordando estas outras parcelas de almas inconscientes e ativando o “despertar cósmico”.

A experiência é fascinante e libertadora de vidas e vidas de sofrimentos incorporados à consciência sendo o grande desencadeador de doenças, perdas e psicoses de toda ordem. As crenças agregadas à toda consciência tridimensional nos coloca em frequência com milhões de vidas de sofrimentos gerados pelas manipulações da matriz tridimensional de tudo o que se agrega a ela. A manipulação do dinheiro no mundo terreno mantém, na grande maioria das pessoas, o medo do “não ter”. Isso explica uma parcela considerável de governantes no mundo estarem a serviço de raças extraterrestres que manipulam o poder. A nova consciência, que está sendo acordada em seres que já estão atuando em conjunto com seus “eus multidimensionais”, ou seja, seres que já alcançaram o despertar de quem realmente são como essência divina, gradativamente servirá de suporte a todos que estiverem prontos a darem este salto quântico. Manter-se receptivo e acordado são os alicerces necessários para que a verdade possa nos conduzir à nova frequência que cada um trilhou e está pronto a se reconduzir em um futuro próximo.

Acorde e Seja!

Maiana Lena, consciência unificada na missão de servir à luz!

 

Artigos relacionados

Artigos

CÓDIGOS SAGRADOS

Os códigos sagrados de Agesta são combinações numéricas que acionam forças e ajudam as pessoas a alcançarem seus objetivos, superarem dificuldades, entre diversas outras coisas.