2016 – O despertar do entendimento por virtude da aflição

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

2016 será o ano da queda do ego e tudo o que ele construiu para si mesmo; será um ano de limpeza. Tudo o que foi construído e tudo o que serve para separar a pessoa a partir da fonte de vida será destruído. Através do 16, a união com o grande espírito é realizada.Por outro lado tudo o que não se transmuta em si mesmo acorda forças já usadas em outras vidas incidindo em novos padrões kármáticos. Sendo assim 2016 será o ano de ambições desenfreadas onde poderá levar muitos a usarem atitudes negativas e hostilidades para com os outros sendo um ano de grandes probabilidades de guerras e conflitos a nível territoriais e/ou mundiais.

Concomitantemente a natureza responderá da mesma forma incidindo com possíveis mudanças climáticas de forma ameaçadoras . 2016 acenderá questão da auto-confiança e orgulho, bem como segredos e mentiras. Estes incluem o abuso do poder e a criação de parcerias para governar ou controlar outros. Ano de possível conspirações e atitudes inesperadas. Será um ano onde muitos terão dificuldades de adaptação demonstrando comportamento hostil, bem como a indiferença sobre o sentimento de rejeição por outros. O resultado de todos estes comportamentos poderá ser vandalismo, confusão, tempestuoso, colapso, erro, ruína, queda, fogo, raiva/violência, misoginia, perigo, destruição, etc.

A vibração do número 16 simboliza a construção da nossa vida – tijolo, por tijolo, pedra sobre pedra. Cada experiência, e principalmente cada conquista que materializamos, é o que somos hoje. Mas a vida está a cada momento se renovando; a natureza se transforma a cada instante, e todo ser, para estar vivo, não pode se negar a transformar-se também. Por isso o ano 2016 surge para desestruturar tudo o cristalizamos em nossas conquistas, no poder, na vaidade, achando que somos donos e senhores de tudo e de todos, e arrogantemente esquecemos que vivemos na “Casa de Deus”. Nosso corpo, nossa casa, nosso país, nosso planeta, essas coisas não nos pertencem para a eternidade, e é em vão a luta por mantê-las intactas e eternas. Nesses períodos de apego, 2016 vem para nos derrubar do alto de nossa presunção e nos despertar, como um raio que cai do céu. Em geral seremos sacudidos por acontecimentos externos, como perdas, decepções, conflitos, etc, para que acordemos e continuemos a construção, cada vez melhor, cada vez mais alta. Na “Casa de Deus” não há lugar para acomodação. Quando estivermos estagnados, sem vontade para crescer ou nos aperfeiçoarmos, com certeza viveremos a vibração 16 novamente como um aviso divino de que a evolução não pode parar.

 

Maiana Lena

 

Artigos relacionados

Artigos

ORAÇÃO DE LIMPEZA PROFUNDA

“Eu, (seu nome), quebro, destruo, desintegro toda quântica geracional negativa que trago instaurada da árvore genealógica do meu pai e minha mãe, desde a primeira

Artigos

MEDITAÇÃO PARA A NOITE, DE LOUISE HAY

O dia acabou. As experiências foram vividas e pertencem ao passado. Agora é o momento de deixá-las, de desapegar-se. Deixe o seu local de trabalho